Cães são resgatados com sinais de maus-tratos
Morador de mantinha dois animais desnutridos, desidratados e debilitados
Rádio Clube 02/06/2021 10:49h
Cães são resgatados com sinais de maus-tratos
Foto: Reprodução
Um homem de 55 anos foi preso por manter na casa dois cães que estavam desnutridos, desidratados e debilitados, nesta terça-feira (1º), em Barra Bonita (SP). Segundo a polícia, ele foi o primeiro a ser preso com base na nova lei que prevê pena de um a cinco anos de detenção por crime de maus-tratos.
Com mandado de busca e com assistência de uma veterinária do Centro de Controle de Zoonose (CCZ) da cidade, a Polícia Civil de Barra Bonita encontrou o casal de cães e, diante da situação constatada de maus-tratos, efetuou a prisão em flagrante do dono dos animais.
De acordo com a veterinária Marielle Stephane Barbosa, do CCZ, o cão macho apresentava traços de desnutrição, desidratação, escore corporal baixo (caquético), com lesões no pelo, seborreia e ferimentos nos membros.
O animal também apresentava fome excessiva, que já provocava falha na coordenação motora. A cachorra também estava bastante debilitada apresentando os mesmos sintomas, além de estado febril e presença de ectoparasitas.
Segundo a veterinária Marielle Stephane Barbosa, do CCZ, o estado de saúde do cão macho é mais crítico — Foto: Prefeitura de Barra Bonita/Divulgação
Segundo o delegado Rodrigo Berbert Pereira, como a nova lei de maus-tratos a animais tem pena superior a quatro anos de prisão (prevê de um a cinco anos de detenção), o caso não é passível de fiança. Se um dos animais morrer, a pena pode ser aumentada em até cerca de 33%.
O suspeito foi submetido a audiência de custódia no início da tarde desta terça-feira, sendo liberado com algumas medidas cautelares para responder em liberdade.
 
Fonte: G1
comentários
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp da clube (14) 99711-2555

Todos os direitos reservados © Clube Regional 2021 - [email protected] - telefone: (14) 99711-2555