Homem encontrado morto em casa tinha marcas de pisadas nas costas
Chamou a atenção que as costas apresentavam sinais de pisadas com calçado
Rádio Clube 05/05/2020 20:27h
Homem encontrado morto em casa tinha marcas de pisadas nas costas
Foto: Reprodução
Um homem de 48 anos foi encontrado morto em sua casa, na Avenida Dante Trevisane, no Jardim Cristina, em Botucatu, na tarde dessa segunda-feira (05). Trata-se de Antônio da Silva que trabalhava com recolhimento recicláveis.
A PM foi avisada que na casa havia uma pessoa morta, caída na sala e sem camisa.
A polícia informa que chegou no local onde já estava o SAMU. O médico examinou o corpo e constatou a morte, informando hematomas na cabeça. O corpo estava rígido. Chamou a atenção que as costas apresentavam sinais de pisadas com calçado.
O irmão do morador disse à polícia que duas pessoas estiveram ali primeiro: um homem de 44 anos e uma mulher de 31 anos.
Ambos trabalham com coleta de recicláveis e moravam com a vítima.
Ainda de acordo com o irmão da vítima, os dois chegaram no imóvel e chamaram por Antônio na porta, mas ele não atendeu. Como havia uma fresta na porta, perceberam o morador caído no chão, e assim pediram para chamar a polícia.
Consta no boletim de ocorrência que o homem e a mulher que encontraram a vítima disseram que moravam ali também. Sendo que ambos tiveram um relacionamento anteriormente, mas atualmente ela estava convivendo com a vítima, inclusive está grávida de Antônio.
Os três moravam juntos até o dia 1º de maio, quando Antonio pediu que a sua mulher e o ex-marido dela saíssem da casa.
Ocorreu um desentendimento e Antonio foi agredir a mulher com uma garrafada, e para se defender teve um corte no pulso direito. Esse é o relato dado pelas duas testemunhas.
Assim, contam eles, que deixaram a casa e ficaram trabalhando com recicláveis nas ruas. Dormiram na rua e voltaram por volta das 9h para pegar objetos pessoais, quando contam terem notado o corpo na sala, e pediram para acionar a polícia e o SAMU.
Dizem eles, que perceberam a falta de um botijão de gás e uma roçadeira na casa, onde existem dois quartos e os objetos estavam revirados.
Eles ainda contam que há grande circulação de pessoas na casa, então o lugar já não é tão bem organizado e negaram qualquer agressão contra a vítima.
As marcas encontradas pela polícia nas costas da vítima foram fotografadas pela perícia e serão confrontadas com as sandálias que essas duas testemunhas usavam.
O irmão de Antonio foi ouvido pela polícia. Ele informou que o morador da casa frequentemente bebia e morava ali há 5 anos.
O homem e mulher que moravam ali e acionaram a polícia estavam na casa há 2 meses com Antonio. Também há na apuração um desentendimento com outro homem que é morador de rua.
No mesmo dia do ocorrido uma equipe da DIG – Delegacia de Investigações Gerais esteve na casa fazendo todos os levantamentos para elucidar a morte.
Inicialmente o caso não foi registrado como homicídio e sim morte suspeita.
 
Fonte: Agência 14 News.
comentários
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp da clube (14) 99711-2555

Todos os direitos reservados © Clube Regional 2020 - cluberegional@cluberegional.com.br - telefone: (14) 99711-2555