Famílias são retiradas de áreas de risco
Local irá abrigar pomar e horta comunitária; moradores estão recebendo aluguel social e acompanhamento da prefeitura
Rádio Clube 12/11/2019 11:29h
Famílias são retiradas de áreas de risco
Foto: Reprodução
A Prefeitura de Botucatu (100 quilômetros de Bauru) desocupou na manhã desta segunda-feira (11) uma área de risco localizada às margens de um barranco, no Distrito de Rubião Júnior, e removeu 10 famílias que moravam irregularmente no local. Elas estão recebendo aluguel social e acompanhamento de órgãos públicos. Segundo o município, o espaço desocupado receberá um pomar e hortas comunitárias (leia box ao lado).
A área fica no prolongamento da rua Bento Lopes, ao lado da linha férrea. De acordo com a prefeitura, os barracos estavam em situação precária. Construídos com madeira, apresentavam umidade e não tinham ligação com a rede elétrica. Algumas casas também possuíam encanamentos clandestinos, por onde despejavam esgoto a céu aberto. Segundo moradores, era comum a presença de animais peçonhentos nos barracos, como aranhas, escorpiões, ratos e até serpentes.
"A situação que nossas equipes encontraram no local era muito triste. Pessoas que, por estarem passando por situação de pobreza, acabaram se arriscando em morar a poucos passos de um barranco de dezenas de metros e em condições muito precárias", declarou o prefeito de Botucatu, Mário Pardini, que acompanhou a desocupação ao lado de equipes das Secretarias de Assistência Social, Participação Popular, Infraestrutura, Habitação e Verde, Defesa Civil, Guarda Municipal e Sabesp.
Segundo o Executivo, todas as famílias receberam e continuarão recebendo acompanhamento multissetorial, incluindo aluguel social em imóveis regulamentados e apoio dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras). Das 10 famílias que deixaram o local, sete já foram contempladas com apartamentos do Residencial Cachoeirinha e aguardam a entrega das unidades para se mudarem.
O município informou que os interessados também poderão ser inseridos no Programa "Botucatu em Frente", que promove oportunidades de trabalho, qualificação profissional e renda para pessoas vulneráveis. Neste programa, eles cumprirão jornada de 30 horas semanais e receberão bolsa-auxílio de R$ 500,00, auxílio alimentação mensal e acesso a cursos da Universidade do Trabalhador e Empreendedor.
 
Fonte: JCNet.
comentários
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp da clube (14) 99711-2555

Todos os direitos reservados © Clube Regional 2019 - cluberegional@cluberegional.com.br - telefone: (14) 99711-2555