Capacitação é desafio para conseguir uma das 4.780 vagas na Bracell
Vagas abertas pela fábrica em Lençóis Paulista exigem dois anos de experiência com carteira assinada ou curso técnico
Rádio Clube 05/11/2019 11:41h
Capacitação é desafio para conseguir uma das 4.780 vagas na Bracell
Foto: Reprodução
Se você está DESEMPREGADO e tem aptidão, já trabalha ou tem alguma experiência para as funções de pedreiro, eletricista, montador, mecânico montador, instalações, carpintaria, solda e outros — se mexa. Está iniciada a temporada para contratação de um total de 4.780 vagas para essas funções na maior multinacional de celulose do mundo, a Bracell, instalada em Lençóis Paulista.
Para disputar uma vaga, o trabalhador deve ter dois anos de experiência em carteira assinada ou um curso técnico concluído na área.
Por isso, as prefeituras de 10 cidades da região estão correndo contra o tempo para abrir cursos rápidos (de 100 horas de duração) para capacitar trabalhadores para funções operacionais. Escolas como o Centro Paula Souza, Facet e Senai estão sendo chamados a colaborar, de forma ágil, no oferecimento de vagas para alimentar esta oportunidade única de emprego em grande volume na região.
Bauru, Lençóis Paulista, Barra Bonita, Igaraçu do Tietê, São Manuel, Borebi, Pederneiras, Macatuba, Agudos e Areiópolis são as cidades mais visadas pela maior empresa de celulose do mundo para realizar as contratações. A Bracell é grupo de Singapura que adquiriu a Lwart e vai aumentar em 4 vezes a capacidade de produção na fábrica de Lençóis Paulista.
A planta atual — que produz 260 mil toneladas/ano vai passar a fabricar 1,5 milhão de toneladas de celulose solúvel em uma nova fábrica em área de 2,5 milhões de metros quadrados, no mesmo complexo onde funcionou a Lwart.
Pedro Stefanini, diretor geral da Bracell para o Estado de São Paulo, contou, em entrevista coletiva na Prefeitura de Bauru nesta tarde (04/11/2019) que o planejamento para realizar as contratações específicas de mão de obra técnica e operacional foi disparado agora. “As prefeituras da região, em particular Bauru, estão engajadas nesse processo de absorção da mão de obra para as vagas aqui anunciadas (veja quadro acima) para o processo de ampliação das atividades da Bracell em Lençóis”, afirma.
Carlos Barbieri, diretor de relações institucionais da Bracell, informou que “a maior parte da mão de obra virá das cidades da região. Há um esforço concentrado de várias prefeituras na capacitação rápida dessa mão de obra nas condições apresentadas pela empresa para absorção imediata no mercado. A etapa de instalação de contratações de mão de obra em andamento para a construção da nov fábrica. Mas essas 4.780 vagas permanentes estão com o processo iniciado nesta etapa com planejamento de funcionamento da primeira linha da fábrica em 15 de julho de 2021 e da segunda linha já em 31 de julho de 2021”, anuncia.
 
CURSOS EM BAURU
A Prefeitura de Bauru anunciou a abertura de curso de capacitação com 60 vagas para pedreiro e 60 para eletricista através do Centro Paula Souza. Serão cursos com 100h de duração, gratuitos, com início já no dia 18 de novembro próximo. “As 60 vagas de pedreiro para o curso vamos realizar nas Administrações Regionais. Já as de eletricista/instalador vamos definir o local das aulas, mas os professores o Estado vai ceder via Centro Paula Souza”, informou a secretária de Desenvolvimento Econômico (Sedecon), Aline Fogolin.
A administração está levantando junto a outras entidades a adequação de vagas para outras funções, como o Senai.
O prefeito Clodoaldo Gazzetta afirma que o governo vai direcionar a oferta de vagas para capacitação nesta fase. “Temos uma oportunidade única de abertura de empregos em massa, em um volume que é o maior das últimas décadas. E nesse caso Bauru se credencia com seus trabalhadores por ter formação técnica em várias instituições. Além disso, outras vagas indiretas vão surgir dessa cadeia a partir dos investimentos da Bracell”, opina.
Cidades da região, como Lençóis Paulista, também formam mão de obra em instituições como Senai, e estão com ações em andamento para atender à nova demanda.
 
DADOS DE EMPREGO
A Prefeitura de Bauru despontou no ranking de abertura de postos de trabalho pro concurso, ou para reposição de mão de obra, nos últimos anos.
O prefeito Clodoaldo Gazzetta destacou que o governo municipal conseguiu sair de 313 vagas geradas na administração em 2017, seu primeiro ano de gestão, para 1.157 em 2018 e 906 novas contratações neste ano.
A educação é a área que mais gera vagas concursadas, sendo 155, 572 e 463 nos últimos três anos, respectivamente. Neste momento (novembro), outras 80 vagas de professores estão sendo aprovadas em projeto de lei.
Mas no ranking de vagas de trabalho privado (celetista), o Executivo errou na citação dos dados. O Caged mostra, até setembro deste ano, -62 vagas. Em 2017 o número foi negativo (demissões x contratações com carteira assinada) em -514 vagas. Em 2018, houve crescimento de 2.439 vagas, conforme divulgado pela Prefeitura hoje.
Mas em 2019, até aqui, não procede a abertura de 1.738 vagas. O governo justifica seu otimismo ao falar em projeção (tendo em vista o anúncio de vagas pela Bracell). Mas não há como dimensionar quantas dessas vagas vão ser absorvidas por bauruenses.
De qualquer forma, o anúncio de vagas pela Bracell em 4.780 postos permanentes para a nova fábrica e a recuperação da capacidade de contratações por concurso pela Prefeitura são indicadores positivos, bem situados em razão, inclusive, da crise econômica prolongada enfrentada pelo País.
 
Por: Nelson Itaberá
comentários
redes sociais Acompanhe-nos em nossas redes sociais.
whatsapp da clube (14) 99711-2555

Todos os direitos reservados © Clube Regional 2019 - cluberegional@cluberegional.com.br - telefone: (14) 99711-2555