Clube Regional Rádio Clube AM de São Manuel

fale com a clube

REGIÃO 30/01/2015

Aterro de Bauru só poderá receber lixo por mais 15 dias, diz Cetesb

Alerta à prefeitura sobre necessidade de novo aterro foi dado há 4 anos. Menos de 2% do lixo produzido segue para reciclagem na cidade.

Técnicos da Cetesb fizeram uma inspeção no aterro sanitário de Bauru(SP) e constataram que em 15 dias o local não vai suportar mais receber lixo. No entanto, caminhões carregados com resíduos chegam a todo momento.

Segundo informações da Companhia Ambiental do Estado, Bauru produz mais de 300 toneladas de lixo por dia. E apenas pouco mais de 3,5 mil toneladas de resíduos produzidos por mês vão para a reciclagem, ou seja, menos de 2%.

De acordo com a engenheira da Cetesb, Flávia Vasconcelos, isso pode gerar problemas graves de saúde pública e de degradação do meio ambiente. “O chorume precisa ser constantemente levado para um local adequado e coberto. Além disso, o aterro precisa ser bem operado para evitar os problemas ambientais que podem prejudicar a saúde pública”, explica a engenheira.

Uma pilha de processos sobre o aterro sanitário de Bauru existe desde o início de 2011 na Cetesb, órgão ambiental do estado. De acordo com Flávia, o alerta para a necessidade de ampliação do local foi dado há quatro anos. "O último ofício encaminhado à prefeitura foi em julho de 2014, mas não temos nenhum posicionamento do município", afirma. 

Proposta
Se houver a disposição de lixo em área não licenciada pela Cetesb, o município vai estar sujeito à penalidades. O prefeito Rodrigo Agostinho afirmou que na próxima semana será apresentado um plano municipal de resíduos sólidos à Cetesb, demostrando as possibilidades de expansão do próprio aterro. Ele ainda informou que o mesmo aterro já teve uma ampliação. "Há dois anos foi feita uma ampliação do aterro, mas a produção de lixo gerada pela população cresce a cada dia e as pessoas não separam grande parte do lixo, que seria para reciclagem, por isso a vida útil do aterro diminui", explica. 

Em relação à coleta seletiva, o prefeito disse que foi ampliada para três cooperativas e que a prefeitura comprou mais caminhões para melhorar a coleta. "O futuro não é enterrar lixo e sim a separação, a  triagem e a reciclagem. 

Se a cetesb não aprovar o plano, a prefeitura afirma que irá licitar um novo destino dos resíduos, mas que acredita no plano de resíduos apresentado.

Fonte: Portal G1

comentários

aniversariantes

    Hoje » 6 pessoa(s)
  • vanessa
  • Fabiana
  • alexandre
  • Alemão
  • Larissa
  • Marcos
    Amanhã » 3 pessoa(s)
  • Dener
  • Ana
  • Sil
+ aniversariantes
 
© Copyright 2012 Rádio Clube de São Manuel Ltda
Desenvolvido por Natus Tecnologia