Clube Regional Rádio Clube AM de São Manuel

fale com a clube

SAÚDE 26/05/2017

População reclama da falta de medicamentos

Promessas para normalização do serviço não são cumpridas. Doença não pode esperar

 

Faltam remédios nas  farmácias municipais

 

Pacientes também não estão recebendo medicamentos de ordem judicial. 

 

 
A redação do Jornal O Debate vem recebendo inúmeras reclamações sobre a falta de medicamentos básicos na rede pública de saúde de São Manuel. Remédios para pressão, para coração, pediátricos, etc. 

Em entrevista à Rádio Clube de São Manuel AM 1.510, em abril passado, o Prefeito Ricardo Salaro e o vice Major Rubin confirmaram o problema atual e até informaram que havia medicamentos quando assumiram: “As farmácias (da prefeitura) tinham vários medicamentos, mas os medicamentos que a população menos usa, tinha muito medicamento no estoque da saúde que não estava chegando às farmácias. Tanto que em janeiro muitos medicamentos que não foram entregues no mês de novembro, nós entregamos. Mas não porque nós compramos, mas sim porque esses medicamentos estavam no estoque, apenas não estavam por questões organizacionais chegando às Unidades básicas de Saúde”. 

Ainda nesta entrevista, o Prefeito Ricardo Salaro e o vice Major Rubin informaram o que estavam fazendo para tentar regularizar a falta de remédios e o prazo para que isso ocorresse: ““ vamos criar a lista padrão de medicamentos que o município não tinha. O médico receitava uma coisa, outro médico receitava outro. E com a lista padrão todos vão receitar os remédios da lista que nós estamos mantendo e comprando para deixar em estoque. Todas essas ações vão ajudar a colocar a questão do medicamento em dia, a linha da continuidade, sem que fique faltando uns medicamentos. Então maio e junho, a gente termina de fazer isso e os medicamentos já estão chegando.” 

Vale lembrar que o Diretor Municipal de Saúde, Márcio Santarém, em reunião com os vereadores, prometeu que os medicamentos estariam disponibilizados em 15 de março.

Ou seja, nem Diretor de Saúde, nem Prefeito e vice se entendem sobre quando a população terá de volta os medicamentos que tanto precisam. Nenhuma das autoridades está demonstrando visão e gerência sobre um tema tão sério. A doença não espera.

Ordem judicial

Pacientes também estão reclamando que não estão recebendo os remédios de ordem judicial. Segundo nossa reportagem apurou, administração anterior cumpria as ordens judiciais e entregava os medicamentos.

Medicamentos de ordem judicial são remédios que a Prefeitura não tem por rotina disponível aos pacientes. Então, a pessoa que precisa de um medicamento específico, de alto custo, que não está disponível na rede pública de saúde, seja federal, estadual ou municipal, entra com ação judicial e o juiz, após análise do caso, pode determinar que o poder público pague pelo tratamento.

Nesta situação, caso já tenha a ordem judicial e a mesma não esteja sendo cumprida, o paciente deverá por via de seu advogado comunicar a justiça, que poderá impor uma série de penalidades ao município e mesmo para a pessoa que for a responsável pelo descumprimento da ordem judicial. Neste caso, o prefeito Ricardo Salaro está descumprindo as ordens judiciais, além de colocar em risco a risco a vida das pessoas pela falta de medicamento, em tese está cometendo o crime de desobediência.

Quem precisa do medicamente e ainda não possui a ordem judicial deve contratar um advogado de sua confiança, ou na impossibilidade de sua contratação, deve procurar a OAB ou o próprio ministério publico, pois é dever do município fornecer o medicamento prescrito pelo médico.

Fonte: Jornal O Debate

comentários

aniversariantes

    Hoje » 3 pessoa(s)
  • Carlos
  • Bárbara
  • Felipe
    Amanhã » 10 pessoa(s)
  • Lilian
  • Adriano
  • Jaaine
  • Juninho
  • Gabriela
  • Renata
  • Marcia
  • Van
+ aniversariantes
 
© Copyright 2012 Rádio Clube de São Manuel Ltda
Desenvolvido por Natus Tecnologia